Como podem ver, o tema de hoje é a



e duas opções simples para servi-la hoje mesmo, se for o caso. 

A primeira delas é um assado. Vi em um restaurante e achei que podia arriscar fazer em casa. Você irá encontrar formas de fazê-lo com berinjela e tomate assados. Como só tinha a primeira, fiz como fiz. Avante, então, mas antes, aos ingredientes:
·       * pimentões verde, amarelo e vermelho picados;
       * cebola picada;
       * berinjela cortada em pedaços;
       * mussarela;
       * sal a gosto.

Você poderá acrescentar azeitonas picadas para dar um sabor apreciavelmente diferente, é que eu não tinha aqui. Vamos às camadas da coisa. Aqui está a sequência que se segue:

Berinjela > queijo > pimentões e cebola picados > queijo novamente
<  E, claro, sal a gosto aqui e ali sobre o que não for queijo


Para se untar a forma, usa-se o óleo, de preferência o azeite de oliva. Estará, então, tudo pronto para que as rodelas vão para o forno. Estarão no ponto assim que se perceber que o queijo está amolecido e a berinjela, mais dourada. 

Usei o queijo mussarela que era o disponível no momento, porém o minas é também interessante, dá mais volume, deixa o todo mais robusto e diz-se que é um queijo saudável. Nesse caso, é colocada uma camada apenas do queijo sobre a berinjela, seguida dos itens picados referidos.

Antes de comentar o segundo prato à base de berinjela, falemos desta ilustre fruta de hoje.

“Fruta? Mas, espere, a palavra ideal não seria legume ou algo do gênero?”

A berinjela nasce em arbusto e é uma fruta, sendo possível ver flores cor lavanda e violeta na vegetação de onde ela vem. Ela é originária da Índia e foi, aos poucos, sendo mais e mais internacionalizada pelas mãos dos humanos cultivadores. 

No inglês, chama-se eggplant, etimologicamente uma junção de “egg” (ovo) + “plant” (planta). Olhe que curioso esse tipo de berinjela que é muito usado para fins ornamentais:

Foto retirada de Harvest To Table

Ela é branca e parece um ovo que dá em árvore. 

Mas vamos à segunda sugestão de hoje que se trata de uma salada cozida por uma visitante que há muito não via, na ocasião em que veio à cidade visitar a família. Uma salada que considerei de um gosto mais intenso a princípio, mas que passou a parecer suave depois (vai entender o paladar da pessoa), sem a necessidade do uso de pimenta ou outros condimentos especiais.

Ingredientes:

* berinjela (sugere-se que seja cortada em pequenas rodelas e deixada de molho por cerca de oito horas antes para amolecer);
* pimentões verde, amarelo e vermelho;
* cebola;
* tomate;
* alho picado;
* sal a gosto.



Corte em tiras os pimentões, a cebola e o tomate. Refogue todos os ingredientes juntos em azeite de oliva, acrescente o sal e mexa tudo regularmente. Não será necessário acrescentar água, a mistura liberará um líquido por si só. Aliás, se é bom que a berinjela seja ingerida com casca e tudo, pois seu envoltório é antioxidante, ela é igualmente uma fonte de ÁGUA. Isso mesmo e, portanto, ela hidrata e "favorece reações químicas", como nos diz a Daniela Hueb.

Por fim, estará pronto quando tudo estiver com cara de cozido: a cebola e o alho picado meio dourados, os pimentões e a berinjela menos endurecidos...


P.S.: a quantidade exata para ingredientes dependerá de quanto se quer fazer das saladas.Quanto à última, para três pessoas, um item de cada ingrediente estará de bom tamanho, exceto o alho que deverá ser de cerca de seis dentes picados e o sal, que vai em pitadas a gosto, claro.
P.S. 1:  uma outra possibilidade que estava lembrando é a lasanha de berinjela em que esta vira, ela mesma, a massa, substituindo a outra que é a tipo macarrão.