Sempre gostei do molho branco, embora fosse muito mais comum encontrar à disposição o preparado bom e velho vermelho molho de tomate. Certo dia, na verdade, há cerca de dois meses, arrisquei fazer aquela raridade, enfim. Acontece que tinha aberto duas receitas diferentes no navegador e, quando notei, já estava me direcionando por ambas, mas acabou dando certo.
Como uma das pessoas que o provariam não podia comer pimenta, substitui-a pelo tablete de caldo de legumes. O queijo ralado não é especificado, mas se quiser um gosto mais intenso, o parmesão parece dar esse sabor. Devido aos temperos todos, o sal não precisa vir tão expressivo, vai em uma pitada ou outra, dependendo da quantidade que irá fazer do molho.
Vamos a seguir aos ingredientes para três porções do molho para uma macarronada, lembrando que, com o dobro do que vier a ser referido abaixo, podemos usá-lo para fazer uma lasanha quatro queijos, por exemplo, mas, roubando algumas palavras de Michael Ende e conferindo a elas um sentido gastronômico, esta é uma outra receita que deverá ser contada em outra ocasião.
O que vai:

* 100g de creme de leite;
* 50g de queijo ralado;
* ½ cebola picada;
* 2 dentes de alho;
* ½ tablete de caldo de legumes;
* ½ colher de manteiga ou margarina;
* 1 copo/250ml de leite;
* ½ colher de trigo;
* uma pitada de sal.

Começamos por refogar na manteiga a cebola, os dentes de alho devidamente “amassados” e o tablete de caldo de legumes, adicionando a estes a pitada de sal. Quando a cebola já estiver um tanto transparente, adicionamos ao molho o creme de leite, mexendo sempre a mistura. O trigo é dissolvido no leite numa vasilha à parte e o líquido com essa dissolução toda é, em seguida, adicionado ao molho que, quando já fervente, recebe o toque derradeiro do queijo ralado. Veja o vídeo: