Como poderia ser que uma flor pudesse fazer alguma diferença numa refeição?



A forma como os alimentos são dispostos em um prato, o entorno de onde a refeição se encontra, arranjos e suas cores e mesmo estruturas diversas em bolos decorados, todos são maneiras diferentes de atrair o comensal em potencial ou o visitante recebido. Sim, a comida pode ser sedutora não apenas pelo sabor, mas pela forma como se apresenta.

Quando era Buffet Girl em um navio de cruzeiros, um indonesiano que era um de meus “capos” (era assim que nos referíamos a “chefe” por lá, com essa palavra italiana) dizia que manter limpo o entorno das pirófilas e demais recipientes era muito bom, pois, caso contrário, as pessoas teriam a desagradável sensação de que houvessem sujeiras e tenderiam a se sentir desagradados pela comida em si. Sim, justamente, onde os passageiros normalmente derrubavam comida aqui e ali, ali e aqui e, às vezes, em quase todo lugar, era um local bastante limpável.

Foi lá naquele navio onde chegaram plantas que se tornariam a ornamentação da parte dos frios no Buffet e era tanta a vegetação sobre a qual uma colega perguntou: “que macumba é essa?” Podia parecer estranho quando as partes ainda não estavam no todo, mas quando dispostas como os bons pensadores da decoração dos ambientes com comida haviam pensado, ficava tudo muito belo.

E aqui está uma imagem secreta do monstrinho de folhas que fiz antes de retirar a decoração de onde trabalhava:




E, para o prato de hoje, temos um pequeno bolo salgado decorado feito com sobras de comida, conforme a dica de Socorro Na Cozinha. Que seja batizado Bolinho Restauração. Nele, foram utilizados um pequeno pedaço de pão caseiro, queijo do reino, arroz, ovo mexido, tomate em pedaços bem pequenos e orégano. O ovo pode ser substituído pela proteína de soja com molho vermelho acrescido do limão e caldo de legumes. Faça substituições com o que tenha aí e como bem entender. Qual será o seu Bolinho Restauração? Fico curiosa. Veja como foi montado o meu no vídeo:




* A segunda das imagens desta postagem foi encontrada em Bucket's Cookbook.
* Com o pensamento voltado à utilização de sobras de comida, pode-se lembrar de um movimento, o Freeganismo, em que levam isso a outro patamar num protesto político e econômico, reutilizando tudo que possa ser reciclado e reutilizado, inclusive alimentos ainda em bom estado descartados por restaurantes. Formas alternativas de se viver e comer. Já haviam ouvido falar nos freegans?